APTC - Apresentação

 

A Associação Portuguesa de Terapia do Comportamento (APTC), fundada em 30-01-1984, é uma associação composta por profissionais interessados na aplicação dos pressupostos cognitivo-comportamentais no campo da saúde e afins. A APTC cumpre diversos objetivos, dos quais se destacam: (a) a promoção e apoio à investigação e treino em terapias cognitivo-comportamentais e, bem como à acreditação de profissionais e cursos de pós-graduação; (b) edição e divulgação de publicações, informações e notícias relacionadas com as terapias cognitivo-comportamentais; (c) organização e participação em congressos, conferências, assembleias e reuniões de carácter científico, com vista à divulgação das terapias cognitivo-comportamentais; e (d) a representação e estabelecimento de relações com instituições públicas ou privadas no país e no estrangeiro, designadamente com outras associações congéneres.

A APTC desenvolve um conjunto de atividades de divulgação, formação, treino e supervisão na área das terapias cognitivo-comportamentais. Conta presentemente com cerca de três centenas de membros, sobretudo oriundos da psicologia e da medicina.


A APTC é a associação portuguesa membro da EABCT (European Association for Behavioural and Cognitive Therapies) sendo como tal responsável pela formação, treino e acreditação em Portugal dos Psicoterapeutas Cognitivos-Comportamentais.
O âmbito da formação, treino e supervisão em terapia cognitivo-comportamental inclui as terapias da chamada primeira geração (terapias comportamentais); da segunda geração (terapias cognitivas); e as terapias da terceira geração ou experienciais (e.g., ACT - Terapia da Aceitação e Compromisso, TFC - Terapia Focada na Compaixão, ou as terapias baseadas no mindfulness). Neste contexto, em reunião de todos os Corpos Sociais, a APTC elaborou para validação em Assembleia Geral, tendo como base as recomendações da EABCT, o REGULAMENTO DE ACREDITAÇÃO e a COMISSÃO DE ACREDITAÇÃO.

 

 

 

Login

Obrigado pelo seu feedback

Email:
Subject:
Message:
How many eyes has a typical person?